07/01/2017

Principais argumentos anti feminismo da atualidade

De todas as consequências ruins do Machismo em nossa sociedade, ter mulher contra o feminismo, a meu ver, é uma das piores. Como pode uma mulher ser contra sua liberdade? Ser contra seu direito de ir e vir? Ser contra equiparação salarial e equidade em direitos? Pois é, isso infelizmente acontece.

Argumentos anti feminismo
Num mundo onde existe criminalidade, violência,
fome e abuso, elas querem acabar com o
feminismo
😕 Lamentável
Sou feminista sim e sempre vou apoiar o movimento, independentemente do que as pessoas façam, pois a atitude de certas mulheres não é o que o define como fenômeno social, não é o conceito principal de feminismo.

No nazismo, por exemplo, se sentir "raça superior" fazia parte da ideologia, está em suas raízes, logo, não posso apoiar uma ideologia genocida. Já nas raízes do Feminismo não há nenhum tipo de discurso de ódio, e, se hoje em dia muita coisa foi deturpada, é por causa de pessoas, indivíduos, não do Feminismo em si.

O machismo em nossa sociedade é tão forte, mas tão forte, que faz mulheres militarem contra feministas. É sério!!! Existem mulheres que se dedicam somente a distorcer a palavra de feministas e se dizerem contra o feminismo. Algumas por ingenuidade, falta de informação, outras por má fé. De qualquer maneira, o que usam esses grupos reacionários como argumentos?

  • Não sou Machista nem Feminista, sou Humanista/ Igualitarista: Machismo são atitudes e estruturas sociais que nos fazem se sentir pior por ser mulher. Iniciativas que fazem mulheres serem discriminadas pelo simples fato de ser do gênero feminino, por exercerem sua liberdade sexual, por exercerem seu direito de escolha, etc. Toda vez que você indica uma atitude negativa numa mulher e releva quando é um homem, você está sendo machista. Feminismo é um movimento social que surgiu no passado com finalidade de diminuir essas diferenças civis mas também sociais. Feminismo não é o contrário de machismo e em sua raiz tem o igualitarismo como principal pauta, logo, se dizer humanista e/ ou igualitarista é redundante;
  • Feministas são radicais: Primeiramente, a palavra radical não é sinônima à "injusta". Radical é cortar o mal pela raiz, e nem sempre isto comina numa atitude errada. Mas o que pessoas que nos chamam de radicais querem dizer com isto? A acusação de que feministas são "radicais" esconde o real medo por igualdade, um medo que muitos privilegiados possuem. Nós queremos que todas as mulheres possam se sentir livres (até pra serem casadas e donas de casa, caso desejem), recebam salários justos em igualdade com os homens exercendo a mesma função, dividam as tarefas domésticas com seus companheiros e tenham direitos civis e previdenciários resguardados, assim como dos homens. Isso é ser radical? A suposta misandria que muitos nos acusam nem tem força pra existir pois não há uma sociedade matriarcal que nos dê esse privilégio (nem queremos). O fim do patriarcado e a igualdade entre classes que é nossa principal missão enquanto feministas marxistas e não queremos instaurar uma sociedade "femista";
  • O feminismo foi criado por um homem: Já vi inúmeras bloggers e youtubers caindo nesta falácia. Dizem que a pessoa responsável pelo voto feminino foi um homem, dizem que um advogado que ajudou em relação a diversos direitos civis conquistados pelos movimentos feministas do passado, e eu me pergunto: E daí? Não há provas de que isto seja verdade, e ainda que seja, um homem não pode defender um direito feminista? Muitos não percebem que o machismo também afeta os homens. Quando um cara é cobrado de ser a principal fonte de renda de sua família, quando é impedido de fazer o que gosta por "ser coisa de viadinho", quando não pode demonstrar fraqueza "porque homem não chora", ele também está sendo vítima desse sistema patriarcal prejudicial até as pessoas do gênero masculino, logo, homens são bem vindos na luta feminista (desde que não tirem o protagonismo das mulheres). A principal pessoa neste mundo que me motivou a estudar e procurar independência financeira foi meu pai, logo, ele me criou num aspecto feminista e nem sabe...
  • "Isso" não foi uma conquista feminista, nessa época nem existia feminismo: Alguns importantes passos para a emancipação da mulher na nossa sociedade ocorreram antes do movimento feminista se fixar como tal, o que não impede de serem consideradas conquistas feministas. Se o Cristianismo, por exemplo, pegou pra si a pauta do perdão (?), da pobreza, do "não faça com os outros o que não gostaria de fizessem com você", é porque de alguma maneira acreditou que isto faz parte de sua natureza (o que não o torna "autor"). Em outras palavras, feministas ficam felizes com conquistas do passado, ainda que tenham ocorrido antes de sua consolidação como movimento social, porque feminismo é apenas um rótulo, um nome. Ser livre, respeitada e ter seu espaço na sociedade vai muito além de nomenclaturas. Nós admiramos mulheres (e homens também) que de alguma forma contribuíram para o fim da desigualdade entre gêneros e, mesmo que tenha ocorrido antes da década de 1960, perpetuaremos seus ideais dentro do Feminismo;
  • Simone de Beauvoir era pedófila - Alice Walker era contra a Família - fulana de tal disse que devemos matar filhos homens: Aqui é o típico argumento onde cita um caso específico pra definir toda uma situação. Falácia das piores pois não está no seio feminista certas atitues que as pessoas possam cometer... Primeiramente, estas menções são duvidosas, na história a gente nunca tem 100% de certeza do que ocorreu, mas vamos falar caso a caso. Simone de Beauvoir, filósofa francesa, é acusada pela direita de ser aliada ao partido nazista + ser pedófila... Como???? Não há comprovação de nenhum desses fatos, estudiosos da vida de Beauvoir afirmam isso de acordo com seus estudos (como Djamila Ribeiro, por exemplo). Até a Wikipédia Brasil impediu a ação de editores mal intencionados após a aparição de Beauvoir no Enem em 2015. De fato há indícios que apontam Alice Walker, escritora feminista do renomado romance "A Cor Púrpura", como uma mãe não tradicional. Sua filha atribui sua suposta ausência materna como causada pelo feminismo. Mas temos diversas feministas famosas (e anônimas também) que são mães bem tradicionais e mães ausentes que nem são feministas, logo, o que acontece no caso concreto não é culpa de um movimento social. Não há nenhuma cartilha feminista indicando que você não deva ser boa mãe, logo, se Alice Walker foi boa mãe ou não, é algo pessoal. Enfim, ainda que estes fatos possam ter ocorrido, em nada tem a ver com o feminismo. É a mesma coisa que eu falar mal de cristãos porque no vaticano há diversos pedófilos. Se alguém age mal em nome de sua religião ou posição política, deve-se analisar de que maneira houve essa influência, se está nas raízes do movimento ou se é algo proveniente de índole pessoal. Em nenhum momento feministas defendem que deva-se matar filhos homens, isso é mais um dos absurdos que a sociedade machista inventa pra deturpar o que defendemos.

argumentos anti feminismo

Enfim, espero que depois deste texto todos saibam o que é o feminismo de verdade e enxerguem a maldade por trás desses grupos conservadores que fazem de tudo pra nos tratar como seres inferiores. Chega de violência contra a mulher!!


Thainá Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mensagens mal educadas e palavrões não serão aceitos*